Cosaúde abordará diretrizes sobre procedimentos em partos cesarianos para reduzir o excessivo número de cesarianas

75

A Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS realizará hoje, dia 1 de julho de 2019, na cidade do Rio de Janeiro, a 22ª Reunião do Comitê Permanente de Regulação da Atenção à Saúde. Neste encontro, os membros do Comitê debaterão sobre a inclusão de diretriz de uso para os procedimentos e agendamento de parto cesariano e consulta com profissional de enfermagem obstétrica na saúde suplementar.

Tais medidas, tem como finalidade a prática do parto normal e diminuir as cesarianas desnecessárias na saúde suplementar.

De acordo com Carla Soares, gerente-geral de Regulação Assistencial, será uma das palestrantes e esclareceu e abordou sobre o tema que:

 “Este é um tema que certamente afetará milhares de indivíduos e por isso é essencial que possamos ouvir a sociedade e trazer o debate de forma consciente, para que consigamos alcançar os propósitos regulatórios”. 

Desde 2004 a ANS manifesta uma certa preocupação e tem agido para sensibilizar o setor e a sociedade sobre o excessivo número de cesarianas desnecessárias realizadas no país.

Dessa maneira, entre as ações e medidas implementadas estão:

  • Fazer os materiais educativos e a disseminação de experiências bem-sucedidas para redução de cesarianas e melhor assistência materno-neonatal.
  • A criação de indicador no Programa de Qualificação, com melhor pontuação para operadora com menor proporção de partos cesáreo
  • A inclusão, no Rol da ANS, de cobertura da presença de acompanhante durante o pré-parto, parto e pós-parto imediato e a cobertura para parto realizado por enfermeira obstétrica
  • A implementação do projeto Parto Adequado, que tem estimulado a adoção de modelos inovadores e viáveis de atenção ao parto e nascimento, iniciativa que já evitou a realização de 20 mil cesarianas desnecessárias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digita seu nome aqui