O candidato, Jair Bolsonaro, do Partido Social Liberal – PSL ao cargo da presidência da República apresentou, ao Tribunal Superior Eleitoral, uma série de propostas para melhorar a área da saúde no Brasil.

O Projeto prioritário consiste em construir um país melhor com a quantidade de dinheiro que o Brasil já gasta, com a redistribuição correta de orçamento.

Proposta 1

Melhorar o atendimento, tendo em vista o montante de recursos que é destinado a área da Saúde.

Proposta 2

Prontuário Eletrônico Nacional Interligado, projeto este, que será o pilar de uma saúde informatiza e perto casa. Os postos, ambulatórios e hospitais devem ser informatizados com todos os dados do atendimento, além de registar o grau de satisfação do paciente ou do responsável. O cadastro do paciente reduz custos ao facilitar o atendimento futuro por outros médicos, em outros postos ou hospitais. Além disso, tornará possível cobrar maior desempenho dos gestores locais.

Proposta 3

Credenciamento Universal dos Médicos: Toda a força de trabalho da saúde poderá ser utilizada pelo SUS, garantindo acesso e evitando a judicialização. Isso permitirá às pessoas maior poder de escolha, compartilhando esforços da área pública com o setor privado. Todo médico brasileiro poderá atender a qualquer plano de saúde.

Proposta 4

Mais Médicos: Cubanos que forem aprovados no REVALIDA, passarão a receber integralmente o valor que lhe é devido.

Proposta 5

Médicos de Estados: Será criada a carreira de Médica de Estado, para atender as áreas remotas e carentes do Brasil.

Proposta 6

Os agentes comunitários de saúde serão treinados para se tornarem técnicos de saúde preventiva para auxiliar o controle de doenças frequentes como diabetes, hipertensão, etc.