O candidato, Cabo Daciolo, do Partido Patriota PATRI ao cargo da presidência da República apresentou, ao Tribunal Superior Eleitoral, uma série de propostas para melhorar a área da saúde no Brasil.

O projeto prioritário consiste em projetos prevenção às enfermidades com o objetivo de reduzir a pressão sobre os prontos-socorros e hospitais.

Projeto 1

Defender os princípios e diretrizes do SUS.

Projeto 2

Adotar políticas, programas e ações de promoção, prevenção e atenção à saúde.

Projeto 3

Dar transparência às informações de caráter público do SUS.

Projeto 4

Interiorizar a medicina e o trabalho médico.

Projeto 5

Criar uma carreira de Estado para os médicos que atuam na rede pública.

Projeto 6

Implantar os planos de cargos e carreiras para os médicos da rede pública.

Projeto 7

Instituir programas de educação continuada gratuitos para médicos e de outros profissionais de saúde do SUS.

Projeto 8

Fortalecer o financiamento, gestão e controle do SUS.

Projeto 9

Aumentar a participação da União nas despesas sanitárias totais.

Projeto 10

Melhorar a infraestrutura, as condições de trabalho e o atendimento.

Projeto 11

Recuperar a rede de urgências e emergências.

Projeto 12

Aumentar a quantidade dos leitos de internação e de unidades de terapia intensiva.

Projeto 13

Atualizar a tabela do SUS.

Projeto 14

Dar fim ao desequilíbrio na relação com as operadoras de planos de saúde.

Projeto 15

Dar fim aos subsídios públicos destinados aos planos e seguros privados de saúde.

Projeto 16

Cumprir a Lei da Contratação (Lei nº 13.003/2014).

Projeto 17

Respeitar a Lei do Ato Médico (Lei nº 12.842/2013).