Definição de Farmacêuticos

64

O farmacêutico é a pessoa física com nível superior, que exerce a farmácia, ou seja, é aquele profissional que zela pela saúde individual e coletiva, tendo o medicamento como insumo principal.

Do exercício profissional do farmacêutico

É de suma importância destacar que o farmacêutico sempre atuará como o maior respeito à vida, determinando todos os seus atos ao benefício principal, que é a vida do ser humano, a coletividade e a meio ambiente sem qualquer distinção entre eles.

Ressalta-se que os farmacêuticos respondem pelos atos que praticarem no exercício de sua profissão, bem como os atos que autorizam. Cabendo a ele zelar pelo desempenho ético da farmácia e pelo prestígio e bom conceito da profissão.

Do farmacêutico e a medicina

O Conselho Federal de Farmácia em sua resolução nº 596, de 21 de fevereiro de 2014 veda expressamente o profissional farmacêutico que de atuar simultaneamente exercendo a medicina, conforme o artigo 14 inciso II da resolução, vejamos:

Art. 14 – É proibido ao farmacêutico: I. Exercer simultaneamente a Medicina;

Resolução Nº 596

O Conselho Federal de Farmácia

Criado em 1936 através de reivindicações em convenções e congressos em todo o país, o Conselho Federal de Farmácia surgiu com o principal objetivo de valorizar o profissional farmacêutico, visando a defesa da sociedade.

Para tal objetivo fez-se a necessidade de criação de algumas atribuições, sendo elas: Expedir resoluções, definindo ou modificando atribuições ou competência dos profissionais de Farmácia, propor as modificações que se tornarem necessárias à regulamentação do exercício profissional, zelar pela saúde pública, promovendo a assistência farmacêutica e etc.

Sua competência principal é fiscalizar o exercício da profissão, registrando os farmacêuticos posteriormente habilitando-os para seu exercício profissional. Vale ressaltar que esse procedimento ocorre nos Conselhos Regionais de Farmácia.

Possíveis áreas de atuação do Farmacêutico

As especialidades farmacêuticas são agrupadas 10 linhas de atuação: alimentos; análises clínico-laboratoriais; educação; farmácia; farmácia hospitalar e clínica; farmácia industrial; gestão; práticas integrativas e complementares; saúde pública e toxicologia.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digita seu nome aqui