A Agência nacional de Saúde Suplementar publicou no Diário oficial da União decisão que autoriza as operadoras reajustarem os planos individuais e familiares em até 10%.

Essa decisão tem validade desde de 1° de maio de 2018 até dia 29 de abril de 2019.

A decisão atinge um número de 8,1 bilhões de beneficiários, representando um total de 17% de 47,3 milhões de consumidores de planos de assistência médica no Brasil, dados esses trazidos pela ANS.

Entenda como será aplicado o reajuste

Esse ajuste só poderá ser aplicado pelas operadoras autorizadas pela ANS. Confira a lista no site: Site ANS

A correção dos valores atualizados só poderá ser aplicada a partir da data de aniversário de cada contrato, entretanto, é válido mencionar, que é permitida a cobrança de valor retroativo nos meses de defasagem entre a aplicação e a data de aniversário.

Você consumidor atente-se aos boletos, estes devem deixar claro o índice de reajuste que fio autorizado pela ANS, o número do ofício de autorização da ANS, nome, código e número de registro do plano, bem como o mês previsto para aplicação do próximo reajuste anual.